Publicado por: Paulo Lima | 18 outubro, 2009

Tempo ao Tempo

Tem certas horas que o melhor é não pensar nas horas.

Parece que o tempo é, paradoxalmente, amigo e inimigo quando te faz perceber que é necessário esperar, e ao mesmo tempo demora tanto em passar.

Se um dia precisar de tempo não lute contra ele, corra para o seu mais íntimo refúgio sem olhar para nada, cure-se e aproveite o que o próprio tempo vai te dizer sobre você mesmo, surpreenda-se com as descobertas, e sem perceber tudo passou…

Ao olhar para trás, você descobrirá, mais uma vez, que todas as respostas estavam sempre ali do seu lado.

Observe cada “grão de areia” da ampulheta do tempo, que cai como passagens da sua própria vida, repentinamente você acordará.

Sendo assim basta querer: logo, logo você estará sorrindo novamente!

Anúncios

Responses

  1. Interessante este seu ponto de vista. É bastante comum entrarmos nesse tipo de conflito com o tempo em nosso dia a dia, e essa perspectiva aborda justamente uma forma de poder contornar situações assim usando o próprio tempo como estratégia para a solução. Show de bola!
    Abraços!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: